Com CND, RC recebe verba para a Educação Divulgação - publicada em 8. 7. 2017 - atualizada 19h12 Governo do estado repassa mais de R$ 300 mil para município, que vai reformar complexo educacional do Jardim Novo.
Opções
a- / 
a+
Indicar

Imprimir

Achei um erro

A recuperação nesta semana da Certidão Negativa de Débitos Tributários já traz resultados práticos para Rio Claro. O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, recebeu na sexta-feira (7) a confirmação de que o município terá repasse de quase R$ 330 mil do governo estadual para investimento na Educação. Ainda na sexta, Juninho e o secretário da Educação, Adriano Moreira, visitaram o complexo educacional do Jardim Novo, onde a verba será investida em obras de reforma.

“O município tinha direito a este recurso, mas não conseguia receber por falta da CND”, explica Juninho. “Com muito sacrifício, limpamos o nome de Rio Claro e agora podemos receber recursos das esferas estadual e federal, e também firmar convênios”, acrescenta. Liberada nesta semana pela Receita Federal, a certidão estava vetada a Rio Claro desde o ano passado.

De acordo com o titular da Secretaria da Educação, a pasta já está fazendo os levantamentos para projeto de obras no complexo educacional. “Vamos melhorar o acolhimento a mais de 2.200 estudantes desse que é um dos maiores pólos de ensino da cidade”, comenta Moreira. Na próxima semana, o secretário Adriano voltará ao complexo com o setor de engenharia para se reunir com os quatro diretores das unidades de ensino do complexo. Já está definido que as reformas incluirão a instalação de entradas independentes para cada escola. “É o que queríamos desde o começo, uma conquista da década”, informa Gislaine Milani, diretora da escola Hélio Jorge. Os diretores municipais Paulo Apolari (de Planejamento) e Osmar Garcia (do Financeiro) também acompanharam o prefeito e o secretário da Educação à visita ao centro de educação.

O complexo educacional de Rio Claro fica no Jardim Novo e recebe alunos de todas as faixas etárias. Lá estão instaladas três unidades municipais – a escola de Ensino Fundamental 1 Ângela Perin, com 765 alunos, a creche Sebastião Ambrósio, com 185 crianças de zero a três anos e a escola Hélio Jorge dos Santos, com 360 crianças de quatro e cinco anos. No complexo também está instalada a escola estadual Januário Sylvio Pezzotti, com 900 alunos entre estudantes do Ensino Fundamental 2, Ensino Médio e supletivo.

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


PUBLICIDADE - Anuncie aqui.