Chefe de Gabinete Parlamentar sem 40% por Carlos Marques - publicada em 7. 3. 2013 - atualizada 18h0 Depois de publicarmos sobre o os 40% a que os funcionários da Câmara têm direito por permanecerem na plateia das Ordinárias, fomos alertados por Marcos Eduardo Prado que, embora permaneça nas sessões, ele não recebe o benefício
Opções
a- / 
a+
Serviço

Comentar

Indicar

Imprimir

Achei um erro

Marcos Eduardo Prado, de camiseta branca, ocupa o primeiro plano da foto

Depois que o Guia publicou a matéria 40% aumenta audiência do plenário da Câmara, ao passar pela presidência da Câmara na manhã desta terça-feira, fomos alertados por Marcos Eduardo Prado, Chefe de Gabinete Parlamentar do presidente Agnelo Matos, que embora permaneça no plenário das ordinárias, Prado não tem em seu contracheque o benefício anunciado.

Prado nos alerta também que, embora fique a esquerda do plenário, quando não está diretamente ali sentado, ele acompanha a sessão por meio do computador da sua sala, verificando, inclusive, a qualidade da transmissão.

Por entender bastante a sua confissão, já que este que vos escreve sabe que o senhor Marcos Eduardo Prado, enquanto ex-chefe de gabinete de Sérgio Desiderá na legislatura passada, não tinha os mesmos 40% como benefício, o Guia pede desculpas por tê-lo colocado no centro da foto que hora repetimos.

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Comentar
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


Comentar no Guia
Para comentar essa matéria é preciso ser um leitor cadastrado.