Casa Dia trata de adictos de RC e região por Laura Tesseti - publicada em 25. 1. 2012 - atualizada 16h13 Fundada em 2000, por um ex- alcoólatra, a Casa Dia de Rio Claro recebe pessoas da cidade, da região e até mesmo de outros estados. Além desse centro, Rio Claro contará em breve com um novo, só para mulheres
Opções
a- / 
a+
Comentar

Indicar

Imprimir

Achei um erro

Desde 2000, uma unidade da rede de centros de reabilitação Casa Dia atua na cidade de Rio Claro, cuidando de adictos que buscam auxilio para sair do caminho do álcool e das drogas. Fundada por Roberto Gomes Ferreira Junior, com o intuito de ajudar na reabilitação, a casa cuida de jovens de diversos estados do país.

Carol Gomes, coordenadora da casa e filha do fundador, explica que a história do centro começou devido a ajuda que seu pai teve na unidade de Americana. “Meu pai era alcoólatra e foi internado para se curar do vício em uma Casa Dia em Americana, quando saiu resolveu que queria fazer uma coisa como aquela, ajudar as pessoas que precisavam se curar da doença que é o vício em álcool e drogas”, conta.

O centro trabalha com os famosos 12 passos dos Narcóticos Anônimos e segundo Carol, as chances de cura com tal método é de 80%. A busca é para que além da saúde física, a mental também seja trabalhada e curada. “Buscamos em terapias de grupos e atividades dentro da casa resgatar a auto-estima dos adictos (como são chamados os dependentes químicos), pois quando saem daqui, a vida fora da casa é regada de preconceito, então tentados fazer com que eles lutem contra a rejeição”, explica.

Além de receber adictos da cidade, a Casa Dia de Rio Claro chama a atenção de outros locais da região e também de pessoas fora do estado de São Paulo. “Agora estamos com dois adictos de fora, um de Minas Gerais, que é o Bruno (confira a matéria sobre a luta de Bruno contra as drogas) e outro vindo da Bahia”, conta.

A Casa Dia conta atualmente com 20 adictos e metade deles apenas pagam pelo tratamento. “Não podemos deixar na rua quem busca ajuda, então recolhemos e fazemos o possível para nos virarmos e nos mantermos aqui, cuidando de todos.”

Uma nova opção

Carol, juntamente com Bruno, atual coordenador da Casa Dia de Rio Claro e ex-usuário de drogas encabeçam um projeto que traz a solução para muitas mulheres dependentes químicas que precisam de ajuda. “Até o meio do ano um novo centro de reabilitação será montado na cidade, mas será apenas para mulheres, nosso foco nessa nova casa é tratar o público feminino, não temos nome ainda, mas a idéia já está encaminhando”, declara a jovem.

Para quem acredita que este trabalho é válido e de extrema importância, não apenas para sociedade, mas para todos os que necessitam desse tipo de ajuda, a Casa está aberta para receber doações. Mais informações sobre como ajudar a Casa Dia de Rio Claro podem ser obtidas pelo telefone 3523.6669.

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Comentar
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


Comentar no Guia
Para comentar essa matéria é preciso ser um leitor cadastrado.
PUBLICIDADE - Anuncie aqui.